Copa do Mundo 2018: modelo matemático analisa probabilidades de resultados do mundial

  • Home
  • Notícias
  • Copa do Mundo 2018: modelo matemático analisa probabilidades de resultados do mundial

A Copa do Mundo começa amanhã, com a anfitriã Rússia encarando a Arábia Saudita. O mundial de futebol costuma mexer com o brasileiro e é bastante comum que amigos se reúnam para assistir aos jogos, mas também para fazer os famosos bolões. E nessas horas, que tal usar a matemática para determinar o placar das partidas? A Escola de Matemática Aplicada (FGV EMAp) acaba de lançar um site em que faz análises probabilísticas de todos os jogos da primeira fase do torneio, a partir da análise de gols marcados e sofridos em cada partida das 222 seleções filiadas à FIFA nos últimos quatro anos em mais de 1 milhão de simulações.

A partir desse modelo, os pesquisadores da FGV EMAp fizeram a comparação entre as seleções e realizaram simulações de possíveis resultados. A pretensão do estudo não é adivinhar o que vai acontecer na Copa, no entanto é razoável confiar que, na média, o modelo tenha um bom desempenho. O objetivo é enriquecer as discussões das rodas de amigos com argumentos baseados em números.

O estudo indica que o Brasil não deve ter dificuldades em chegar à segunda fase da Copa do Mundo. Neymar, Philippe Coutinho, Marcelo e companhia devem vencer as três partidas do Grupo E, contra Suíça (1x0), Costa Rica (2x0) e Sérvia (2x0). Outras favoritas ao título mundial também não devem ter dificuldades: Alemanha, França e Argentina, segundo a análise, devem terminar a primeira fase com 100% de aproveitamento. A Espanha deve terminar no primeiro lugar, mas é provável que empate com Portugal e lidere seu grupo com sete pontos. Essas seleções consideradas favoritas, somadas, têm mais de 50% de chances de chegarem ao título mundial em um cenário sem nenhuma surpresa.

"Neste ano, a seleção brasileira tem 21% de chances de ganhar a Copa do Mundo. Logo em seguida, vem a Espanha com 14% e em terceiro a atual campeã, a Alemanha, com 11%. Os números mostram que será um torneio muito equilibrado", explica o professor da FGV EMAp Moacyr Alvim, que coordenou o estudo com o professor Paulo Cezar Carvalho.

Moacyr destaca que o estudo sobre o assunto despertou grande interesse dos alunos, que buscaram contribuir com o modelo. Para o público em geral, estudos deste tipo são uma ótima oportunidade para entender como estas estimativas são feitas e o que representam as probabilidades apresentadas.

“A gente dá uma probabilidade. Sabemos que o modelo não vai acertar em todos os casos. Há mais cenários em que o modelo vai errar do que acertar, mas o estudo traz os resultados sem surpresas”, destaca o professor, em entrevista ao Bate-papo FGV.

O estudo será atualizado até a final da Copa do Mundo. Todas as projeções matemáticas estão disponíveis para consulta no site.

Fonte: Portal FGV

Voltar

Área do aluno

Para ter acesso a área do aluno, digite seu nome de usuário e senha.

Twitter @ISAN_FGV

Carregando...